Sônia T.Felipe - Livros

Carnelatria: escolha omnis vorax mortal - frete fixo

Carnelatria: escolha omnis vorax mortal - frete fixo

Dr. phil. Sônia T. Felipe, autora

mais informações

Carnelatria: escolha omnis vorax mortal - frete fixo

Dr. phil. Sônia T. Felipe, autora

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

por: R$ 46,50

ou por 9x de R$ 5,97 com juros

Quantidade

+

-

COMPRAR

Ver outras formas de pagamento e parcelamento

Frete e prazo

Frete e prazo

calcular

Não sei meu cep

PRODUTOS RELACIONADOS

Descrição do Produto

Carnelatria: escolha omnis vorax mortal.

Este livro trata da devastação da vida animal e do planeta Terra por conta da dieta centrada em carnes, laticínios e ovos.

Ele está organizado em cinco capítulos, mais as Notas, as Referências, o Índice remissivo, a lista de Obras e de Vídeos da Autora .

O primeiro capítulo: Omnis vorax, navega por temas diversos do onivorismo, pelos argumentos sobre termos "caninos", necessitarmos de "proteínas", consumirmos "corante carmim", argumentarmos que as "plantas sofrem", defendermos o consumo de "alimentos animalizados" como se precisássemos dos animais para nos fornecer proteínas, quando elas estão fartamente distribuídas pelos alimentos vegetais. Neste primeiro capítulo também são tratadas a "mizooginia", o desprezo pelas fêmeas animais sem as quais não há produção de carnes, de queijos nem de ovos, e o "zooinfanticídio", com os dados e cálculos da idade dos bebês e infantes das espécies comidas, reais vítimas da dieta onívora mortal.

No segundo capítulo: Devastação animal e ambiental, escolha mortal, é introduzida a questão do aquecimento global acelerado pela emissão de gases de efeito estufa emitidos por bovinos e suínos. E neste capítulo foram transformados em números o tanto de água devastada para alimentar, hidratar e abater os animais (bois, vacas, porcos e porcas, galinhas e frangos), e o quanto de água cada um dos alimentos extraídos dos animais devastou. Também são apresentados os números do sangue derramado por ano, no Brasil, o maior matador "per capita" de animais do mundo, o tanto de excrementos que a dieta onívora mortal deixa no estacionamento dessa comida nunca desvelada ao consumidor desavisado, e o tanto de grãos e cereais devastado no serviço ou manejo alimentar de bois, porcos e aves, por ano, no Brasil.

No terceiro capítulo: Propaganda medicinal de alimentos animalizados, temos uma incursão pelo poder da "propaganda medicinal de alimentos animalizados", gerenciada pelo agronegócio através da propalada crença, disseminada por profissionais da área da nutrição e saúde, de que "proteína" e "cálcio" só é possível obter comendo-se carnes, ovos e laticínios.

No quarto capítulo: Ecocídio somos apresentados à sombria paisagem dos químicos ecocidas e à questão da devastação da biodiversidade, representada pela extinção das abelhas e a morte em massa dos seres que habitam ás águas oceânicas e costeiras.

No quinto e último capítulo: Justiça ambiental e ética animalista abolicionista, recupera-se o conceito de ética e justiça ambientais, ampliando o círculo da moralidade para abarcar, pela dieta abolicionista vegana, o respeito e o zelo pela vida de todas as espécies terráqueas.

Carnelatria é resultado de estudos e pesquisas que se estenderam por mais de 20 anos, intensificados nos dois últimos anos, dando corpo ao texto final de 378 páginas, rico em informações, reflexões e referências técnico-científicas, geralmente não acessíveis a quem mais precisa delas, às pessoas que ainda acreditam que há chance de vida no planeta Terra com a dieta mortal que ora domina mais da metade da população humana do mundo.